Dia 20 de março é assinalado o dia da felicidade. Apesar de ser difícil definir esta única palavra, trata-se de uma condição, desejada por todos nós, que requer um equilíbrio perfeito entre as vertentes física, mental e espiritual.

Salmo 16.11 diz: “Far-me-ás ver a vereda da vida; na Tua presença há abundância de alegrias; à Tua mão direita há delícias perpetuamente.”

Deus não impede o acesso de nenhuma das Suas criaturas aos caminhos dos prazeres. Os apelos divinos somente exortam à abstenção dos prazeres que sobre nós trariam sofrimento e desilusão, fechando as portas da felicidade e do Céu. O Redentor do mundo [Jesus] apenas requer de nós o cumprimento dos deveres que guiarão os nossos passos às alturas da bem-aventurança, as quais os desobedientes jamais atingirão. A verdadeira, a feliz vida da alma, é ter Cristo no coração, Ele que é a esperança da glória.

É através de Jesus que desfrutaremos de todas as bênçãos. A vida, saúde, amigos, razão e felicidade, pertencem-nos através dos méritos de Cristo.